Arquivos do Blog

Faça uma redação sobre as suas férias (valendo 2,0pts)

Praia, sol, gente seminua, música alta, ah, o verão… tem como não amar?
Claaaro que sim, amigo. Na verdade, os motivos que alguns tem para amar, são os mesmos motivos pelo qual eu não gosto, todos esses aspectos que citei, pra mim representam a parte negativa das férias. Imagine seguinte situação:

Você chega na praia, “EEEEEE MARZÃÃO….” (pensa), aí sua família escolhe ficar na frente do bar de sempre, por ~~tradição~~ (coincidentemente, o mais barato) aí seu tio chega e bota no player do carro aquele cd do Aviões do Forró de 2006, por tradição também (uma família muito tradicional), e seus primos pegam a bola e armam logo aquela trave com gravetos (ah, outra coisa, seu primo sempre rouba você, presta atenção). Uma hora depois, o trânsito de carros já é insustentável, e um LEKÃO STRONDA passa de moto, destrói a trave e quase bate o Júnior, seu primo pequeno (todo mundo tem um primo pequeno chamado Júnior né). “É, cancela, vamo pra água”. Mas a água é salgada, o sol tá no ápice do seu sucesso, é um saco ficar mais de dez minutos – sim, você não é mais criança. “AFFF VO COMER”. Chega lá com a família, seu tio já tá em coma alcoólico e agora tá tocando Limão Com Mel®. Você pega o cardápio:

– CocaCola (lata): R$ 10;
– Salgado + Suco: R$ 10;
– Porção 01 perna de frango, ½ colher de arroz, ½ de feijão: R$ 10;
– Banheiro: R$10

Você: “caralho, tudo na praia é dez reais, perdi a fome, vou dar uma volta pela praia” – aí chove.

Não tem nada de mais na praia, só tem terra, e água salgada. Dá pra se divertir tanto em casa quanto na praia. Na verdade é até melhor quando chove, porque o sol dá um tempo e diminui o número de pessoas, o clima é 10000x mais agradável, e talvez: C-C-C-COMBO BREAKER –  a sua família vai querer ir embora.

Praia só é legal se você for:
a) Menor de 10 anos;
b) Tiozão de sunga e óculos espelhado;
c) Gringo/a praia é algo novo ou diferente pra você;
d) o Eike Batista (sim, tudo fica legal se você for o Eike Batista);
e) surpreendido pela chuva.

Opa, já é difícil ter show bom em Belém (e arredores) em período “normal”, imagine nas férias, onde você só encontra lugares tocando:

a) Pagode
b) Melody
c) Funk
d) Todas as alternativas anteriores

Agravante 1: Época de Carnaval.
Agravante 2: Carnaval fora-de-época.

Ou seja: Maravilha né amigo, sobre esse capítulo nem preciso me aprofundar, próximo, por favor.

Aah, agora sim, hein? A melhor parte das férias, onde você tem as melhores coisas que a vida pode lhe oferecer:

Sofá, Wi-Fi, comida barata (de graça, na verdade), sua geladeira, sua cama, seu videogame. Só de falar já me dá saudades de casa (sendo que eu ESTOU em casa). Ter liberdade pra fazer o que quiser sem ninguém ficar te acordando ou a sua consciência fazer questão de lembrar EI, TIRA O PÉ DO SOFÁ, VOCÊ NÃO TÁ EM CASA“.

“NÃO ACREDITO QUE VOCÊ SAI DE CASA PRA FICAR EM CASA!?????!! AFFFFF”

Nem sempre. Festas e praias são praticamente iguais em todo lugar, agora as casas não. Quanto à esse argumento, você sai de uma cidade que tem festas para ir para outras cidades que tem exatamente as mesmas festas? Tenha dó, né.

Se for pra sair de casa, que seja pra conhecer a cidade, passar um tempo com a família, e não com um monte de desconhecidos – a não ser que você não goste da sua família, rs, aí já é outra coisa.

Então, é isso, espero que  vocês tenham gostado, você pode ainda baixar este post em forma de manual pdf pelo Megaupload, só procurar. E, ah, não vou escrever um post sobre o carnaval, não agora, QUEM SABE outra vez. Não vou ficar me repetindo aqui, o carnaval é uma merda por si só, de todas as formas imagináveis, seria tipo falar mal de câncer de pele.

Bom feriado pra vocês, cuidado com o trânsito, cuidado com seus órgãos genitais, não beijem ninguém sem conhecer, e não se esqueçam, crianças: assim como a herpes, a má fama é uma coisa que passa de boca em boca – muitas vezes ao mesmo tempo (essa eu inventei agora rs).

Ah, lembrei que já chegaram comigo na internete dizendo “ai armando, teus posts não tem mais aquela pegada política, agora tu fala de ônibus e redes sociais kkkkk nossa eu gostava mais quando era underground???” Meu amigo, deixa eu te falar uma coisa: tô de férias, eu escrevo aqui sobre o que eu penso/gosto/detesto, não ganho dinheiro pra isso, e, PORRA, o WILLIAM BONNER fica contando calorias e falando que barulho que faz um helicóptero no twitter e vocês se batem porque eu, um mero mortal, não estou escrevendo a continuação para os dias atuais de “O Príncipe” do Maquiavel? kkkkk espero que seja brinks de vocês.

Bjs, até a próxima. Não se esqueça de  o post (se é que você , né, afinal se você não , não vai ficar clicando em  aí de bobeira né).

%d blogueiros gostam disto: